Folha de graviola pode combater a dor da fibromialgia

É incrível como todos os dias descobrem tratamentos e utilitários que estavam escondidos na natureza. É o caso da folha de graviola, que mostrou bons resultados em relação às dores da fibromialgia.

A pesquisa foi realizada pelo departamento de farmacologia da Universidade de Sevilha, Espanha. O estudo foi realizado em ratos, que receberam um extrato aquoso feito das folhas da árvore Annona muricata L., cujo fruto é graviola.

Além do alívio da dor, os pesquisadores acreditam que o composto natural também pode reduzir sintomas como depressão e ansiedade, que geralmente estão associados a casos de fibromialgia.

Os próximos testes devem ser feitos em seres humanos, buscando a dose ideal para alcançar os mesmos resultados nos pacientes que precisam de ajuda.

Graviola: um velho conhecido

Nativa da Amazônia, a graviola já é conhecida pelos habitantes da região por suas propriedades medicinais. Alguns estudos já mostraram que a graviola pode atacar células cancerígenas.

Os resultados mostraram que esse tratamento natural era tão ou mais eficaz do que algumas das drogas químicas comumente usadas para esse fim. Algo realmente incrível quando se trata de uma planta.

Outras dicas contra os sintomas da fibromialgia

Agora, voltando à fibromialgia, existem outras dicas que podem ajudar se você também sofrer dos sintomas desta doença, como:

1. Eliminar alergias alimentares: muitas pessoas com fibromialgia têm alergias alimentares e seus sintomas são reduzidos pela eliminação desses alimentos, como milho, trigo, laticínios, frutas cítricas, soja e nozes.

2. Identifique seu tipo metabólico: Ao comer de acordo com seu tipo metabólico, você promoverá uma melhora considerável na fibromialgia.

3. Melhorar a ecologia intestinal: existe uma correlação direta entre fibromialgia e crescimento de fungos (candida) no trato digestivo. Pacientes com essa condição melhoram acentuadamente ao seguir uma dieta anticandidiana, com o uso de probióticos, por exemplo.

4. Hormônio tireoidiano: um componente da fibromialgia é a disfunção tireoidiana e, de acordo com uma pesquisa do Dr. John Lowe, especialista em tireóide, o hormônio tireoidiano pode ser o elemento que falta na abordagem terapêutica da fibromialgia e é frequentemente ignorado.

5. Exercício: Estudos mostram que a combinação de exercício aeróbico e alongamento pode melhorar muito os sintomas da fibromialgia.

6. Acupuntura: Estudos demonstraram que a acupuntura atua nos pontos de alívio da dor, cortando o fluxo sanguíneo nas áreas do cérebro responsáveis ​​por esse sentimento em segundos.

7. Vitamina D: Ao aumentar os níveis de vitamina D, você pode tratar, prevenir e até reverter uma enorme quantidade de doenças, incluindo fibromialgia, de acordo com o Dr. Michael F. Holick, autor de um livro sobre os benefícios da vitamina D.

8. Eliminar metais tóxicos: Estamos absorvendo uma grande quantidade de metais tóxicos que podem induzir, gerar ou simular doenças por água, ar e alimentos. Freqüentemente, sua desintoxicação reduz ou reverte o quadro clínico da fibromialgia.

9. Terapias nutricionais, contendo vitaminas B, C, magnésio e cálcio, que trazem melhorias importantes para pacientes com fibromialgia.

10. Lítio: os sintomas da fibromialgia apresentam melhora significativa quando o lítio está associado ao tratamento. Vale ressaltar que não há problema em associá-lo à medicação convencional para tratamento.

Agora, o mais importante: no caso da folha de graviola e desses outros tratamentos, é sempre bom lembrar que você não deve se automedicar. Esta é uma informação importante, geralmente muito recente, que deve ser discutida com seu médico antes de tomar qualquer decisão. Só ele conhece o seu caso e pode indicar a melhor medida para você.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *